© PHOLHAS PRODUÇÕES

2019

www.pholhas.com.br 

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

THE MASKERS

Voltar para "Bitão"
Voltar para "Bitão"
Voltar para "Bitão"

No início de 1968, logo após o fim dos "MEGATONS"  e "WALDSONS", Bitão foi convidado a entrar para a 2a. formação da banda "THE MASKERS", que já fazia um relativo sucesso em bailes na capital paulista. Na 1a. formação (da qual o Bitão não participou) os componentes apresentavam-se encapuzados, fazendo jus ao nome. Gravaram somente 2 compactos.

Algum tempo depois a banda mudou o nome para: "Sidney e Seu Moderno Conjunto de Rítmos".

Com a saída do Bitão, no final de 1968, a banda chegou ainda a fazer muitos bailes, utilizando também o nome de "Os Pantógrafos".

"The Maskers", 1968

Baile no clube "Estrela do Pari", São Paulo.

Da esquerda para a direita:

  • Sidney (órgão/piano elétrico);

  • Nenê (guitarra-base/vocais);

  • Edinho (bateria) escondido atrás do Nenê;

  • Bitão (guitarra-solo/vocais);

  • William (baixo).

Curiosidade: o William é primo do Paulinho Fernandes e foi o responsável por apresentá-lo ao Bitão. Pouco tempo depois, Paulinho, por sua vez, apresentou Bitão a dois outros amigos: Oswaldo Malagutti e Hélio Santisteban, que na época procuravam um guitarrista/vocalista para formar uma nova banda; convidaram então o Bitão, que já estava de saída dos "MASKERS", começaram a ensaiar e nos meses seguintes estava formada uma das maiores e duradouras bandas do cenário pop brasileiro e internacional: os PHOLHAS!